Smartphone gratis para hospedes no Japão

O modelo de negócios é o primeiro de seu tipo na nação, de acordo com a empresa. O novo serviço está aparentemente destinado a aumentar o número de turistas estrangeiros e empresários que visitam o Japão.Anteriormente era preciso alugar um aparelho que não era barato ou um chip pago com recarga paga.

O serviço, chamado “handy”, começou em Hong Kong em 2012. Foi desde então apresentado em mais de 600 hotéis em 17 nações e regiões, incluindo Cingapura.

handy-telefono-hong-kong

O Royal Park Hotel em Nihonbashi começará a oferecer smartphones – fornecidos pela Handy Japan Co – aos seus hóspedes gratuitamente, tornando o Royal Park Hotel o primeiro hotel no Japão a oferecer esse serviço.

A partir de 1º de julho de 2017, o Royal Park Hotel começou a fornecer smartphones gratuitos para todos os 419 hospedes dos seus quartos. Globalmente, mais de 600 hotéis em 17 países implementaram esta prática.

Os hóspedes poderão usar os serviços que acompanham o smartphone, incluindo internet e chamadas internacionais gratuitas. Além disso, os hóspedes também podem acessar informações turísticas sobre locais de interesse próximos.p2-spotlight-hotels-a-20170623-870x580 (2)

Além disso, esses smartphones acessíveis permitem aos hóspedes desfrutar de passear com tranquilidade. Não só os smartphones permitem fácil contato uns com os outros, em caso de emergência, o hotel pode enviar notificações urgentes aos hóspedes e mantê-los atualizados com as informações mais recentes em caso de terremotos , algum problema meteorologico ou transito.

O hotel está considerando remover os telefones convencionais instalados em cada um dos seus quartos e oferecer apenas os smartphones e provavelmente vai reduzir os custos.O aparelho Sharp executa um sistema operacional com configurações em inglês, japonês e chinês. Ele fornece informações sobre instalações próximas e cupons para restaurantes promovidos pelo hotel e também anuncia lojas locais – dependendo do horário, do lugar e das preferências do usuário.

A empresa cobra aos hotéis ¥ 980 antes de impostos por mês por cada dispositivo do hotel, mas espera obter um grande lucro com a publicidade. Adições como mais idiomas, incluindo francês e coreano, são outra fonte de receita possíve

A Sharp espera que o serviço aumente o valor de sua internet de negócios (IoT), nos quais eletrodomésticos e outros dispositivos estão conectados à internet. A empresa prevê um sistema no qual  seriam conectadas a purificadores de ar e outros aparelhos instalados em quartos de hotel, disse Yoshisuke Hasegawa, chefe da unidade de comunicação IoT da Sharp.

Anúncios
Esse post foi publicado em Impressoes do Japão. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s