O Milagre de San Gennaro

A falta do milagre que não ocorreu este ano,sempre esteve ligada a momentos nefastos da história da cidade de Nápoles:Os mais recentes- em setembro de 1939 e 1940, datas do início da Segunda Guerra Mundial e da entrada da Itália na guerra; em setembro de 1943, durante o início da ocupação nazista; em 1973, quando Nápoles foi atingida por uma epidemia de cólera; e em 1980, ano em que se deu um terremoto de alta magnitude em Irpínia.
st_januarius_blood_miracleO mistério aumenta pelo fato de que a substância contida nos frascos é sangue verdadeiro. Isto foi confirmado pela tradição  e pelos documentos que são impossíveis de refutar. É igualmente confirmado por pesquisas científicas, especialmente aquele de 1902 quando o Professor Sperindeo foi autorizado a passar feixes de luz espectroscópicas através do material liquefeito. Este teste produziu as linhas distintas do espectro de sangue com características definidas de hemoglobina. Algumas das condições verdadeiramente notáveis que os cientistas não podem explicar é por que o sangue às vezes forma bolhas minúsculas que se levantam à superfície e recolhem em uma espuma, nem porque quando em bolhas, toma uma cor carmesim, enquanto em outras vezes a cor do material liquefeito é sem brilho e  movimentos lentos. Cientistas céticos sempre tentaram reproduzir um líquido com características semelhantes pela mistura de vários produtos químicos, mas  não conseguiram ainda produzir algo que não só muda de uma forma sólida para uma forma líquida, mas também muda seu peso (até 25 gramas ), volume e cor. Não foi possível desqualificar o milagre com argumentos de natureza científica, alguns têm tentado ,  oferecendo a explicação improvável que o sangue é afetado por alguma forma de força psíquica, que a concentração e a vontade da multidão expectante são responsabilizados produzindo a ação física que suas mentes e vontades exigem ,foi descartada desde que a liquefação aconteceu muitas vezes de forma inesperada e na presença de apenas algumas pessoas.Embora os cientistas tenham sido incapazes de explicar como o fenômeno ocorre, a misteriosa liquefação do sangue de São Januário que ocorre a quase 600 anos continua a ser um desafio para o cético, um mistério para o cientista e um verdadeiro milagre inspirador para o crente.

st-januarius-blood-relic-with-pope-francisNo 21 de março de 2015, durante uma visita do Papa Francisco a Catedral de Nápoles, o sangue de São Januário liquidificou depois que o Papa venerou e beijou a relíquia. A última vez que o sangue de São Januário ficou liquefeito na presença de um Papa foi em 1848 com o Papa Pio IX.

A liquefação milagrosa ocorreu no final do encontro com os sacerdotes, religiosos e seminaristas na catedral de Nápoles. Durante este tempo, o Papa beijou e venerou a relíquia, e então o Papa deu uma bênção com a relíquia a todos os presentes. Quando Crescenzio Sepe, Cardeal da Diocese, entregou inicialmente a relíquia ao Papa, o sangue ainda estava sólido de um lado do frasco, no entanto, quando o Papa Francisco devolveu o relicário, o cardeal olhou para a relíquia e depois anunciou: Parece que São Januário   ama o Papa, porque o sangue já está meio liquefeito.

Para minimizar o acontecimento, o Papa Francisco brincou: “O bispo acaba de anunciar que o sangue está meio liquefeito, podemos ver que o santo só nos ama pela metade, e se apenas metade dele se liquefez, significa que ainda temos trabalho a fazer, temos  de espalhar a Palavra, para que Ele nos ame mais! ”

Logo depois, no entanto, notou-se que todo o sangue tinha liquefeito completamente, como testemunhado aqui por “Notícias do Vaticano” .

Anúncios
Esse post foi publicado em Antiguidades, Notícias e Política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s