Cadê o GodPira ?

dinossauro-de-brinquedo-e-retirado-de-rua-de-ribeirao-preto-e-causa-comocao-1479938163693_615x300A retirada de um boneco de dinossauro de uma loja que vende churrasqueiras causou comoção em Ribeirão Preto (SP). O GodPira, “godzila caipira”, foi retirado do local para pagar uma dívida da empresa com um jornal da cidade e já ganhou um novo lar: o rancho em um distrito de Taquaritinga.

A loja Shopping das Churrasqueiras fica na Avenida Independência, nas proximidades do Centro, uma das mais movimentadas cidades. E o boneco, que estava no local há dez anos, tinha tantos fãs que um movimento se iniciou imediatamente nas redes sociais lamentando a perda do cartão postal.

“Era um ponto mágico, todo mundo conhecia. A avenida fica um pouco mais triste sem ele”, diz Matheus Bombonato, que gostava tanto do bonecão que chegou a tirar fotos montado nele. “Estamos meio que de luto”, disse.

Até o prefeito eleito da cidade, Duarte Nogueira (PSDB), aderiu à campanha. “Não podemos perder esse símbolo da nossa vidade. #FicaDino, #VoltaDino”, postou.

Campanha
Em poucas horas, quase 2 mil pessoas aderiram à campanha “Queremos o Dinossauro da Independência de volta”. Uma delas foi o jornalista Daniel Navarro. Ele defendeu o dinossauro como representante da memória social da cidade. “Uma cidade sem memória é uma cidade sem futuro”, disse.

Empresas tradicionais da cidade também se manifestaram. O Sindicato Bar, que fica na mesma avenida, foi uma das empresas a lamentar pelas redes sociais. “Será que o Dino foi embora sem volta?

Nosso estimado vizinho, 8ª Maravilha Mundial, Patrimônio Cultural de Ribeirão Preto, ponto de referência no Waze, o mais famoso Ginásio de Batalhas do Pokemón GO, cartão postal da cidade e cenário para as melhores fotos. Estamos de luto”, disse.

O caso
O dinossauro foi utilizado pela empresa para pagar uma dívida de R$ 1.890,00. O Jornal Tribuna Ribeirão comprou uma coifa em 2013 e, como não recebeu o produto, entrou com a ação.

A conta da empresa chegou a ser penhorada mas, no fim das contas, a empresa ofereceu o dinossauro, que é avaliado em cerca de R$ 5 mil. A proposta foi aceita e o GodPira foi retirado. “Tentamos reaver o valor pago, mas, no fim de tudo, o que nos foi oferecido foi o dinossauro”, explicou o advogado Ricardo Sobral, que representa o jornal.

O jornal não informou o que fará com o dinossauro, mas a empresa responsável pela remoção do bichão informou que ele foi levado para um rancho em um distrito de Taquaritinga. Funcionários registraram o GodPira no novo lar, mas a reportagem não conseguiu comprovar a identidade do dono do local.

A reportagem do UOL conversou com um funcionário do Shopping das Churrasqueiras. Inicialmente, a empresa informou que o boneco tinha sido vendido. Depois, questionada sobre a ação judicial, a empresa admitiu que a retirada foi motivada pela necessidade de pagamento, mas não quis comentar.

Esse post foi publicado em Entretenimento. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s