Seu proximo Co-Piloto pode não ser Humano

A Aurora Flight Sciences está voando um Cessna Caravan equipado com um co-piloto robótico enquanto termina o trabalho no âmbito da Fase 2 do programa DARPA para demonstrar que a automação poderia reduzir a tripulação necessária para pilotar aeronaves existentes.

No âmbito do programa da Darpa ALIAS (Aircrew Labor Incockpit Automation System),a Aurora também tem demonstrado a sua abordagem técnica em um bimotor DA42 e está instalando o sistema em um Helicoptero Bell UH-1.

AURORA, ALIAS e a contratante Sikorsky apresentaram propostas para a Fase 3 do programa, que vai amadurecer a tecnologia desenvolvida e demonstrada nas fases 1 e 2, diz Dan Patt, gerente de programa da DARPA.

“ALIAS está focada na automação de cockpits para permitir a operação de aeronaves atuais com menos tripulação e não uma nova aeronave projetada para operação sem tripulação”, diz ele.

Citando a falta de pilotos militares treinados, Patt disse: “fazendo com que cada operador humano fique mais eficaz [por meio da automação robusta]e seria realmente um grande auxilio para o Departamento de Defesa.”

ALIAS não trata de eliminar o ser humano, mas a gestão de todos os procedimentos básicos em uma aeronave para que o piloto que está no cockpit somente para acionar interruptores, fique livre para usar seu pensamento estratégico de longo prazo.

“Os pilotos podem usar seu tempo de forma mais produtiva”, afirma Patt. Em uma missão de inteligência, vigilância e reconhecimento, iria “permitir que o ser humano pensasse sobre o contexto da missão e da informação a ser recolhida em relação a gestão do manche e acelerador.”

A abordagem da Aurora envolve um sistema de percepção no cockpit que usa várias câmeras para ler os medidores e monitorar os switches, e alimentar os dados para o modelo de computador em tempo real do estado da aeronave. Isso, então, permite que o sistema montado no cockpit pilote a aeronave através de atuadores que movem a coluna de controle, pedais do leme e o braço do robô multi-eixos que move o acelerador.

O sistema foi instalado no lugar do assento da direita do Caravan , sem modificações para os voos que compõem o exercício de pós-graduação da Fase 2 do programa ALIAS. O sistema é controlado pelo piloto no assento esquerdo usando um Tablet montado no glareshield.

O sistema também foi instalado em um Diamond A42 e num Caravan sendo usados no chão,usando hardware-in-the-loop simulators (HILSIM) para ALIAS. O UH-1 está sendo modificado em uma terceiro HILSIM para demonstrar extensibilidade para varios tipos de outros fabricantes.

Para a Fase 3 do programa,a AURORA propôs desenvolvimento do sistema de percepção baseado em câmeras juntamente com a tecnologia de reconhecimento de voz que permitirá que o piloto possa interagir com a automação da mesma forma que faria com um co-piloto humano.

A Aurora vê potencial de curto prazo no sistema de percepção para reduzir a carga de trabalho do piloto e aumentar a segurança, auxiliando o piloto nas listas de verificação, sobretudo em situações de emergência, e monitorando medidores analógicos ou monitores digitais,alertando o piloto sobre anomalias.

Em uma demonstração em Manassas, Virginia, sede da Aurora em 17 de outubro de 2016, o sistema de percepção monitorou primeiro uma luz de detecção de chip aceso ,em seguida a pressão do óleo caindo e o ALIAS alertando o piloto para uma possivel falha do motor através do tablet montado na frente do piloto .

ALIAS em seguida, orientou o piloto na lista de verificação de falha de motor no qual as funções de emergência foram desenhados tanto para o piloto ou a automação, como o sistema de monitoração da percepção dos manómetros e interruptores para verificar as ações corretas fossem tomadas na sequência certa.

“Podemos aumentar a segurança de hoje, sem remover qualquer tripulante do cockpit”, diz o CEO da AURORA, John Langford. “E nós podemos coloca-los em aviões não configurado para ter controles eletrônicos.”
Fonte-Aviation Week
Depois dos Drones,carros da Tesla,QF-16,etc os humanos cada vez mais estarão fora dos controles…

Esse post foi publicado em Computadores e Internet, Historias da Aviação. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s