Gaikokujins Samurais

yasukeNo final do século 16, Oda Nobunaga, o mais poderoso senhor da guerra do Japão, tinha um escravo africano que não era apenas uma curiosidade cultural, mas também seu guarda-costas e que alcançou bastante prestígio entre os japoneses daquele tempo.

Ele ficou conhecido como Yasuke, mas ninguém sabe ao certo seu nome verdadeiro. Consta em um dos relatos que Yasuke teria cerca de 1,90 m de altura e se assim foi, a sua estatura teria sido muito impressionante para os japoneses da época. Nobunaga não acreditou que a aquela pele negra fosse real e suspeitava que os jesuítas, com os quais o africano chegou ao Japão, estivessem tentando pregar-lhe uma peça.

Mandou que seus vassalos lavassem Yasuke e só depois de ver que nada se alterava na pele do africano, Nobunaga se convenceu de que ali não havia nenhuma enganação. Encantado com a descoberta, conseguiu dos jesuítas que Yasuke se colocasse ao seu serviço. Os rumores eram de que o escravo ia ser feito um Daimyo (senhor feudal japonês).

Concretamente, porém, os registros dos jesuítas revelam que Nobunaga deu a Yasuke uma casa e uma espada katana, arma que somente os samurais manuseavam. Nobunaga também lhe atribuiu o distinção de carregar a sua lança pessoal e vestir uma armadura, privilégio que era reservado apenas para os nascidos em famílias de samurais.

Os registros históricos indicam que, pelo menos, quatro ocidentais tiveram a honra de se tornar samurais:

O primeiro navio holandês  a chegar no Japão foi o “Liefde” (“Caridade” ou “Amor”); foi um dos cinco que originalmente deixaram Rotterdam em 27 de junho de 1598, e o único a chegar com segurança no Japão  em 19 de abril de 1600. “T Gheloove” (“Fe”) tinha voltado para Rotterdam antes de entrar no Estreito de Magalhães. Os outros três foram perdidos; o “Blijde Bootschap” (“Boa Mensagem”) em brigas com os espanhóis, “Trouwe” (“Fidelidade”) para os Portuguêses e “Hoope” (Esperança) para uma tempestade tropical.

Em 19 de abril de 1600, para as pessoas que viviam em Sashifu, na área do Bungo (hoje em Usuki ,Provincia de Oita ), a vista para o mar estava diferente dos dias normais,  um navio de forma estranha  estava ancorado.

SV-AS10 ImageData

SV-AS10 ImageData

Enquanto os japoneses inicialmente amigáveis ajudaram a exausta tripulação holandesa e  um inglês,  sucumbiram às tentações muito normais desse período , tomaram do navio tudo o que podiam remover. O Liefde  tinha 19 canhões, muitos rifles, armas de fogo e outras variedades de armamento. Da tripulação originalmente de 110 homens apenas 24 tinham sobrevivido à viagem.Na Imagem acima o holandês Jan Joosten van Lodensteijn -que tambem veio nessa histórica viagem e mais tarde seria conhecido como Yan Yōsuten.

william-adams-1O companheiro dele, aventureiro inglês William Adams ,Conhecido como Anjin Miura,  o primeiro inglês a  tornar-se um Samurai ocidental. Ele era um construtor naval bem treinado, que também possuía  conhecimentos sobre comércio e astronomia. Logo após concluir seu aprendizado, ele foi nomeado para trabalhar na Royal Navy e mais tarde efetuou várias expedições. Mas a viagem mais absorvente que mudou o curso de sua vida, chegou quando foi nomeado para servir como o principal piloto da expedição holandesa para o Extremo Oriente. Mas quando o futuro shogun do Japão viu suas verdadeiras habilidades, instruiu-o para ajudar na construção de navios de grande porte para o Japão. Mais tarde, ele foi nomeado como Samurai  e serviu como conselheiro de comércio  para o shogun. Nos anos seguintes,  desempenhou um papel vital na criação de fábricas comerciais no Japão pelas empresas holandesas e britânicas. Também trabalhou na British East India Company no fretamento e capitaneou vários navios pelo Sudeste Asiático (Sião ,Cochinchina,etc). Foi um dos estrangeiros mais influentes  que desempenharam um papel significativo no desenvolvimento do comércio e da economia do Japão.

Tokugawa Ieyasu fez uso da chegada dos holandeses por outra razão. O governante tinha acabado de começar sua campanha contra o Cristianismo devido ao proselitismo excessivo de entusiasmo dos jesuítas portugueses ameaçando sua autoridade, e o conhecimento dos “bárbaros de cabelos vermelhos”, como os holandeses vieram a ser chamados, seria útil. O protestante holandês, cujo primeiro objetivo era o comércio e não a propagação da fé cristã, tinha chegado e estabelecido a sua credibilidade na hora certa.

312px-EugeneCollacheEugene Collache era um oficial da Marinha Francesa, no século 19 nessa foto. Com base no navio Minerva da Frota Oriental francesa, ele desertou quando o navio estava ancorado no porto de Yokohama, com seu amigo Henri Nicol para reunir a outros oficiais franceses, liderados por Jules Brunet, que havia abraçado a causa do Bakufu na Guerra Boshin .37b7ef573184ecdd7425f27fb109d17f_1M
O comerciante de armas,Henri Schenell proveniente da Prússia,conhecido em japonês como Hiramatsu Buhei era um traficante de armas, que serviu o domínio de Aizu como instrutor militar e vendedor de armas.Henry serviu como secretário e tradutor para o cônsul prussiano Max von Brandt. Ao viajar em um ônibus aberto através de Edo em setembro 1867 ,ele  e seu irmão Edward Schnell foram atacados por um samurai anti-estrangeiro de Numata, que empunhou a espada, em uma vingança privada , tentando aplicar a política do Sonno jōi. O atacante foi  atingido com um tiro no peito, mas conseguiu escapar. Enquanto atiraram descontroladamente  feriram um transeunte inocente. Os guarda-costas japonesas fornecidos pelo Bakufu permaneceram inativos. Von Brandt exigiu que o atacante fosse executado, algo que o Gaikoku-bugyo não concordou . Depois de muita disputa diplomática do cônsul prussiano, percebendo que  não tinha o apoio necessario deixou-o às autoridades competentes de Han do samurai para decidir uma punição apropriada.

 

O Filme O Último Samurai, protagonizado por Tom Cruise em 2003, baseou-se na história de dois homens que realmente existiram, mas que não chegaram a se tornar samurais. Eles eram Frederick Townsend Ward e Jules Brunet.

Esse post foi publicado em Impressoes do Japão. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Gaikokujins Samurais

  1. Cláu disse:

    Adorei, Hideo. Aprendi muito lendo a história de Oda Nobunaga e do William Adams . Fato curioso esse que existiu pelo menos, um samurai negro…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s