Edokko Ou Tokyokko

Tokyo_from_the_top_of_the_SkyTree_(cropped)As pessoas nascidas e criadas em Tokyo são muitas vezes chamadas como “Tokyokko” (“pessoas de Tokyo”), mas não com muita freqüência. Elas são geralmente referidas como “Edokko” (“pessoas de Edo”, Edo sendo o antigo nome de Tokyo). A palavra expressa admiração nostálgica pela  antiga vida e formas de se comportar e o orgulho que vem de ser capaz de rastrear sua família ou linhagem de volta para o período Edo (1603-1868) e de possuir uma certa qualidade que define bem uma parte de pessoas nascidas em toda as províncias.

AJ201111180053SBarulhento, irascível, mas adorável
A palavra Edokko  fez sua primeira aparição em 1771 em um Senryu (um poema bem-humorado e / ou satírico): “Edokko No / waranji o haku / rangashisa.” A essência do poema, um comentário sobre o caráter e comportamento , é que Edokkos são barulhentos, mesmo quando  estão usando sandálias de palha. Estes habitantes da cidade rabugentos eram supostamente tão impacientes que  não estavam dispostos até mesmo perder tempo a amarrar os cordões de suas sandálias, eram anunciados por um som barulhento .
O escritor período Edo – Kyoden (1761-1816), descreveu os quartos do prazer e costumes populares do dia, feita referência ao Edokko no Tsugen Somagaki /1787 (“Relatório de uma Diletante nos Top Bordéis”), um dos gênero conhecido como Sharebon (“livros espirituosos”) que retratavam a vida nos bairros de prazer. Como Kyoden escreveu neste livro, habitantes de Edo tinha um complexo de superioridade nascido de viver na proximidade  e beber da mesma água do Shogun.

Então, tem esse caráter conhecido como o Edokko ocorre desde os tempos de Tokugawa Ieyasu (1542-1616), o chefe guerreiro que estabeleceu o shogunato Tokugawa  e a escolheu como sua sede. Em 1590, quando Ieyasu começou a construir a nova cidade , ele reuniu comerciantes e artesãos de lugares, incluindo Mikawa e Suruga, que ele governou; Kyoto, a capital do Japão na época; e Osaka, centro comercial do país. Os mercadores e artesãos que vieram para Edo não se referem a si mesmos como Edokko. A maioria deles só se sentiam como fazendo  uma missão temporária ou viagens de negócios para as suas filiais em Edo.Na vida diária,  falavam seus dialetos provinciais e fizeram pouco esforço para se familiarizar com a cultura e costumes de Edo, que ainda não era a capital.

No entanto, na segunda metade do século XVIII, os mercadores e artesãos que tinham a sua residência na nova capital  formaram a imagem composta do habitante Edo clássico. Os personagens que compunham o quadro incluiu os comerciantes ao longo das margens dos rios; os artesãos e comerciantes de Nihonbashi; os agiotas do bairro de Asakusa Kuramae e os mestres de lojas em Shinkawa, Reiganjima, e o distrito de serraria de Kiba. Essas pessoas eram a Edokko que surgiu no final dos anos 1700. Pessoas como eles formaram o mecanismo de distribuição  que dinheiro e bens fluiram em Edo sob as políticas económicas de aumento das receitas de Tanuma Okitsugu (1720-1788), um alto oficial do governo Tokugawa. A economia da nova capital, até então dominado pelas cidades de Kyoto, Osaka, e arredores, começou a ter seus próprios comerciantes ricos, nascidos e criados em Edo. Estes grandes comerciantes, abençoados com a liberdade financeira, não tinha necessidade de se vangloriar ou se exibir. Guerreiros e comerciantes se misturavam livremente sem levar em conta a situação social  . Mas depois de Tanuma sair  do poder, a cultura e  criatividade provocada por sua energia foram refreadas pelas políticas de reformas de austeridade de seu sucessor, Matsudaira Sadanobu (1758-1829), que favoreceu a volta para o básico do governo samurai. A cultura viva que tinha produzido, em seguida entrou em declínio.A partir do final do século XVIII, a desolação de aldeias agrícolas se intensificou e um grande fluxo de agricultores veio para a capital alimentando um forte aumento nas fileiras das classes mais baixas de Edo.Esta tendência perturbou a ordem social de moradores que nasceram e foram criados na cidade e gerou sentimentos de ansiedade, mas ao invés de causar estragos, os recém-chegados adotaram a atitude Edokko.

O ultimo Período Edo: Quando verdadeiros Edokko eram uma raridade
No século XIX, foi formada o núcleo de uma nova cultura, conhecida como “Cultura Kasei”, que foi centrada em pessoas da cidade. Florescentes elementos desta sociedade incluiram visitas a santuário, festivais e feiras,  Hanami e festas de visualização de neve. Estes eventos e passatempos foram apoiadas pela publicação de guias para os novos Hotspots para apreciá-los e viagens de lazer e circuito  de romarias  tornaram-se uma febre.

Ukiyo-e (xilogravuras que descreve cenas da vida cotidiana) por artistas como Hokusai (1760-1849) e Hiroshige (1797-1858) com sua composição ousadas e as produções Kabuki  caracterizadas por histórias de  herois/fantasmas ,também podem ser citados como definindo novos elementos desta cultura. Em contraste com a cultura privilegiada dos dias Tanuma, a cultura que floresceu nesta época era passível de ser apreciado por um grande número de pessoas . É por isso que a comercialização e divulgação da cultura  dizem ter tido o auge durante esta época.
Até o final da era feudal do Japão, um grande número de pessoas estavam se referindo a si mesmos como Edokko e uma definição  foi criada. Um verdadeiro Edokko foi definido como uma criança onde os dois pais tivessem nascidos em Edo. Uma pessoa com um dos pais nascido em Edo foi dito ser Madara (“salpicado” ou “misturado”) e alguém cujos pais eram ambos nascidos fora de Edo foi um inakakko (“criança do interior”).

Por Shousei Suzuki
Professor Assistente da Universidade Mejiro
Ate hoje mesmo quem trabalha em Tokyo e mora em outros lugares como Saitama e considerado do Interior.Outra caracteristica e que as Transmissões de Radio/TV nacionais usam o Tokyo-Ben (Dialeto de Tokyo).
As 53 paradas de Hiroshigue na Estrada de Tokaido,saindo de Nihonbashi a Keishi..
http://www.bk.mufg.jp/csr/contribution/kids/gallery/hiroshige/53story/index.html

Esse post foi publicado em Impressoes do Japão. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Edokko Ou Tokyokko

  1. Cláudia disse:

    Agradecia , por esclarecer um pouco essa dúvida. “pessoas de Tokyo”
    Obrigada.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s