Alerta no Mar do Japão

No dia 22 de abril, foram encontrados 105 peixes da espécie ” Photonectes ” que vivem nas profundezas, somente um deles estava vivo, nas redes de um barco de pesca que estava em alto mar próximo a costa da província de Kochi.

Photonectes_fotogaleria_hUm dia antes nove peixes da mesma espécie foram encontrados, e um especialista disse à agência de notícias Kyodo que ” alguma catástrofe está acontecendo nas profundezas do mar “.

De acordo com o NPO Nihon Umigame Kyogikai que investiga o estado da vida marinha nos mares do Japão, nas redes de um barco de pesca que estava em alto mar foi encontrado uma espécia de peixe que não se tem muitas informações detalhadas pelos especialistas.

As redes estavam a 70 metros de profundidade. O tamanho do peixe varia de 10 cm. a 25 cm. O peixe que sobreviveu está protegido pela NPO mas sua condição é frágil.

No mesmo dia, na prefeitura de Fukui , um tipo raro de baiacu “, mafugu “, foi encontrando em abundância , totalizando 46 toneladas. O número médio pescado por dia é de 200 quilos. Os pescadores estavam mais do que satisfeito, mas também estavam incomodados com a grande quantidade . “Eu sou pescador há mais de 50 anos, e eu nunca vi nada parecido com isso “, disse um morador local.

Torres Tsunami

torre_fotogaleria_hQuatorze torres de abrigo para casos de tsunami foram concluídas em uma região costeira de Nankoku em Kochi, revela a NHK.

As torres devem ser usados ​​quando um mega- terremoto ocorrer ao longo da região de Nankai. As ondas do tsunami poderão chegar à cidade em cerca de 20 minutos.

A cidade começou a construir as torres em intervalos de cerca de 600 metros em julho passado, para que os moradores possam chegar o mais próximo em cerca de 5 minutos a pé.

Cerca de 50 pessoas, entre funcionários municipais e moradores, participaram de uma cerimônia no bairro Maehama no domingo para marcar a conclusão das torres. Moradores subiram em uma torre para ver a sua estrutura interna.

As autoridades municipais dizem que as 14 torres de concreto, tem dois andares e estão equipadas com escadas, rampas e sinos de alerta. As torres podem abrigar um total de cerca de 4.500 pessoas.

tubarao_fotogaleria_hUm tubarão raro ¨Megamouth¨ está em exposição no Museu de Ciências Marinhas em Shizuoka. O tubarão foi capturado no mês passado, a uma profundidade de cerca de 2.600 pés.

O Megamouth possui 13 metros de comprimento e pesa quase 1.500 quilos.

Mais de 1.500 pessoas lotaram o aquário para assistir a autópsia. Os restos do tubarão podem agora ser visto no museu.

É uma espécie de tubarão extremamente rara, que habita águas profundas. Descoberta em 1976, apenas alguns foram vistos desde essa altura, com 39 espécimenes capturados ou avistados (2007), existindo 3 gravações em filme. Tal como o tubarão-elefante e o tubarão-baleia, alimenta-se por filtração, nadando com a sua enorme boca aberta, filtrando a água para obter Plâncton e medusas. Distingue-se por possuir uma cabeça de grandes dimensões e lábios de aspecto elástico.

Após 30 anos de sua descoberta, apenas 59 espécimes foram capturados ou avistados. Foram encontrados no Oceano Pacifico, Atlântico e Índico. Pelo menos 10 espécimenes foram encotrados na vizinhança do Japão. Outros locais onde foram observados: Havaí, Califórnia, Taiwan, Filipinas, Indonésia, Austrália, África do Sul, Brasil, Senegal e Equador.

Fonte Ipc Digital

n-GIANT-SQUID-large570As lendas japonesas sempre relacionam o surgimento das criaturas das Profundezas a devastadores Abalos Sísmicos.

Tentáculos e lulas gigante estão misteriosamente aparecendo ao longo da costa do Japão , levantando preocupações entre os pescadores de que poderiam representar uma espécie de ” presságio “.
Temores sobre o aumento do número de lulas gigantes foram desencadeadas após três  criaturas enormes  terem sido encontrados somente em janeiro .
Um deles foi levado para o porto de pesca Himi em Toyama em 4 de janeiro , enquanto outro foi descoberto em uma rede na  Ilha de Sado , em Niigata em 8 de janeiro , de acordo com The Japan Times.
Pedaços e tentáculos que se acredita serem de uma lula gigante também foram encontrados  em terra em 19 de janeiro .
Dois dias depois, uma lula monstro foi capturado em uma rede  na cidade de Iwami ,Provincia de Tottori  e outro foi capturado este mês , informou o jornal .
Os moradores locais tentavam calcular quantas pessoas o animal  poderia alimentar antes de ser descoberto que continha muita amônia para ser comestível.
Lulas gigantes são conhecidos por habitar as águas profundas ao largo da costa japonesa , a partir de 980 pés a 4.920 pés de profundidade .

Esse post foi publicado em Impressoes do Japão. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s