O Retorno dos Blimps e Zeppelins

Desde o final do século XIX, balões dirigíveis já eram fabricados pelos Estados Unidos, Inglaterra, França e Alemanha, devido a sua facilidade de manobras e conforto.A história dos dirigíveis se confunde com a da aviação. As primeiras experiências para tentar a conquista dos céus foram com balões de ar quente.

Um dos pioneiros foi o padre jesuíta, Bartolomeu de Gusmão que conseguiu fazer um balão de ar quente, o Passarola, subir aos céus, diante de uma corte portuguesa abismada. Teria sido em 5 de agosto de 1709, quando o padre realizou, no pátio da Casa da Índia, na cidade de Lisboa, a primeira demonstração da Passarola.

220px-Sd_num6_rounding_towerDois brasileiros estão entre os pioneiros na pilotagem de balões dirigíveis: Santos Dumont e o potiguar Augusto Severo.

O Dirigível no.6, um dos modelos pilotados por Santos Dumont em Paris na virada do século XX. Contornou a Torre Eiffel com esse Dirigível e venceu o prêmio Deutsch (19 out 1901)

Ferdinand Graf Zeppelin am SchreibtischO conde alemão Ferdinand Von Zeppelin, gastou sua fortuna na criação de dirigíveis com estrutura rígida para transporte de passageiros.
Em 2 de julho de 1900, fez o vôo inaugural do LZ-1, às margens do lago Constança, no sudoeste da Alemanha. Já estava na bancarrota quando, em 1908, ganhou fama com o LZ-4, ao cruzar os Alpes, numa viagem de 12 horas, sem escalas. Daí por diante, o conde von Zeppelin pôde contar com o dinheiro do governo alemão em suas façanhas e seus dirigíveis se transformaram em orgulho nacional e viajar de dirigível transformou-se no sonho de todos os ricos e poderosos da Europa e América.
“Em 22 de maio de 1930, surgiu nos céus do Recife, uma gigantesca e prateada máquina voadora vinda da Europa.zeppelin-no-rio-de-janeiro
Entre os 119 modelos fabricados entre 1900 e 1938, os mais famosos passaram pelo Brasil: O Graf Zeppelin LZ127 e o Hindenburg.
.GrafZeppelin3zeppelin_cabina_exterior_(1)
Entre 1936 e 1937, a companhia alemã implantou uma linha regular de dirigíveis entre Frankfurt e o Rio de Janeiro, com escala em Recife, numa viagem que durava em media 3 dias e meio, com o conforto de um transatlântico. Durante este perído foram realizadas 9 viagens,  5 pelo Graf Zepellin LZ 127 e 4 pelo Hindenburg, até hoje a maior máquina voadora já construída pelo homem.Era preciso 200 homens que ficavam na pista para ajudar a atracá-los, segurando seus cabos, apelidados de “aranhas”. Havia uma torre onde a proa ficava atracada, enquanto a popa era engatada a um carro gôndola, feito para receber o cone e que entrava no Hangar para desembarque dos passageiros e manutenção, feita pela própria tripulação.
Comparação de tamanho entre o Hindenburg, um Boeing 747 e o Titanic.
05Para a implantação da linha Rio-Frankfurt, foi criada uma Torre de Atracação em Recife,no antigo bairro do Jiquiá.
hangar santa cruz
E também um impressionante Hangar nas proximidades do Rio de Janeiro.Nele, tudo tem proporções imensas. Com 270 m de comprimento, 50 m de altura e 50 m de largura, o Hangar do Zeppelin está orientado no sentido Norte/Sul. O portão Norte, com 28 m de largura e 26 m de altura só servia para ventilação e saída da torre de atracação e só abre manualmente. O portão Sul, o principal, abre-se em toda a altura do Hangar e possui duas folhas de 80 toneladas cada uma.
zepellin hangar 01Estas portas podem até hoje ser abertas elétrica ou manualmente, utilizando o sistema original.
O  Hangar foi construído próximo à baia de Sepetiba.
Hoje fica no complexo da base aérea de Santa Cruz,onde estão os caças  F-5.
Ambas as construções permanecem até hoje intactas, transformando o Brasil no único detentor de estruturas deste tipo no mundo, pois todas as outras foram destruídas ou desmontadas após o fracasso deste meio de transporte.
amapa2-300x225
 Existem também algumas ruinas na antiga Base Aerea de Amapá,302 kms de Macapá que era tambem uma das alternativas de Emergencia .

A base era utilizada principalmente para o atracamento de Dirigíveis ou também conhecido como Blimps pelos Americanos, que eram utilizados no patrulhamento do litoral a caça de submarinos nazistas e para comboio dos navios mercantes. No litoral Amapaense foram afundado dois submarinos inimigos.

U-134-788U-134-791

Dirigíveis Americanos U-137 (Blimps) durante uma parada em Santa Cruz para reparos e manutenção  nos voos para a África durante a II Guerra.Existiam Bases Americanas por todo o Nordeste- em Belém,Natal , Fernando de Noronha,Recife,etc.Dizem que o termo Forró originou-se nos Bailes For All dos soldados e ate alguns anos atrás ainda havia alojamentos desses militares em Val de Cans e Noronha.

Além de Recife e Rio de Janeiro, os dirigíveis alemães também fizeram vôos sobre as cidades de Porto Alegre e São Leopoldo em viagens até Buenos Aires.Graf Zeppelin em Porto Alegre em 1934Graf_Zeppelin_29-06-1934 sao leopoldo

Hindenburg fire 03O incêndio do Hindenburg -Apesar de encantar seus passageiros com luxo, conforto, silêncio, rapidez e praticidade, os dirigíveis tinham seu lado mortal: Eram inflados com hidrogênio, um gás altamente inflamável com qualquer faísca ou até mesmo com eletricidade estática.
Mesmo com todos os cuidados, em 6 de maio de 1937, quando estava atracando em Lakehurst, nas proximidades de Nova Iorque, entrou em chamas, queimando quase que instantaneamente toda sua estrutura altamente inflamável (nitrocelulose e alumínio),causando a morte de 35 de seus 97 passageiros e de um técnico de solo.
Este acidente selou o destino de uma das mais fantásticas experiências de transporte do século passado. A Segunda Guerra Mundial que irrompeu logo em seguida sepultou de vez os dirigíveis, mesmo sabendo que algumas modificações, como o uso do gás Hélio ao invés de Hidrogênio, tornariam estas fantásticas máquinas bem menos perigosas.
Fonte: Congar/ FAB – http://www.fab.mil.br
Wikipédia,Aloisio Cantuaria.
Eles vão retornar em Grande Estilo nos próximos anos,bem mais seguros no transporte de Cargas.800px-Metlife_snoopy_two_blimp
Esse post foi publicado em Historias da Aviação. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s