O TCAS Salvou o Natal

O TCAS (Traffic collision avoidance system) monitora o espaço aéreo em torno de uma aeronave , independente do controle de tráfego aéreo  e avisa os pilotos sobre a presença de outras aeronaves que possam representar uma ameaça de colisão no ar ,semelhante ao ground proximity warning system ( sistema de aviso de proximidade do solo).

Esse não era muito confiável,tive que jogar um jornal para tras, quando estranhamente tive um alarme de Pull Up soando a 33.ooo fts próximo a Barreiras,talvez um UFO.1517521_10201210810178885_1737389022_n Funciona através da comunicação eletrônica entre todas as aeronaves que estejam equipadas com um transponder apropriado. Utiliza a frequência de 1030MHz para “interrogar” todos os transponders das aeronaves que estejam ao seu alcance. Os transponders dessas aeronaves então “respondem” a interrogação, utilizando a frequencia de 1090MHz . Este ciclo de “perguntas e respostas” eletrônicas pode ocorrer diversas vezes por segundo.

Através dessa troca constante de dados, o computador interno do TCAS constrói um mapa tridimensional das aeronaves que se encontram no espaço aére circunvizinho e abastece esse espaço tridimensional com informações tais como localização, rumo, altitude e velocidade das demais aeronaves,mas caso o transponder seja desligado ou inoperante não ocorrera um aviso.

Ao invés de usar distâncias fixas , as ameaças são detectadas baseadas em espaço de tempo para entrar em conflito. Qualquer aeronave em uma trajetória de vôo causando um conflito dentro dos próximos 20-50 segundos dispara um aviso de tráfego. Tráfego vindo ainda mais perto ( 15-35 segundos) também podem desencadear um aviso de resolução , ou seja, aconselhar cada piloto a subir ou descer e proporcionar separação vertical ideal.

A sensibilidade de detecção de ameaça aumenta com a altura , partindo do princípio de que os planos de voo devem ter uma separação muito maior em altitudes elevadas , ao passo que apenas uma distância mínima pode ser mantida  quando voando baixo – geralmente na vizinhança do aeroporto ou destino de saída . TCAS II aumenta a sensibilidade de ameaça em 7 etapas : de 20 segundos a 1000 pés acima de 50 segundos para 20 mil pés para alertas de tráfego , e de 15 a 35 segundos para  os avisos de resolução.

TCAS Indicator.jpgTCAS and IVSI cockpit display

Tcas EU-Flysafe.jpg

Esse post foi publicado em Historias da Aviação. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s