História: PP-SRI, a vida de um visconde

O Vickers Viscount era uma aeronave equipada com quatro turbinas Rolls-Royce Dart, fabricado pela companhia inglesa Vickers-Armstongs Limited. Ele foi o primeiro avião comercial da história impulsionado por motores a turbina. O Viscount ficou famoso por seu desempenho e conforto, porque era mais silencioso e tinha menos vibrações que os outros aviões de sua época. Desde o primeiro voo em 16/07/1948, mais de 400 aeronaves foram construídas para diversas companhias aéreas mundiais.
No Brasil a VASP operou uma frota de 16 Vickers Viscount, e neste artigo vamos acompanhar a vida operacional do PP-SRI operado pela companhia brasileira entre 1962 e 1967.
O PP-SRI iniciou sua vida operacional voando em uma companhia aérea inglesa. Ele foi o décimo primeiro Viscount fabricado nas instalações da Vickers em Weybridge (Inglaterra), e efetuou seu primeiro vôo em 10/04/1953. Recebeu o registro G-AMOB e foi entregue para a companhia BEA (British European Airways) em 24/04/1953, recebendo o nome de batismo “William Baffin”.
Curiosamente o G-AMOB foi o primeiro Vicker Viscount a ter envolvimento com a realeza britânica, quando foi escalado para transportar a sua Alteza Imperial Princesa Margaret que foi convidada  para o casamento da princesa Ragnhild da Noruega. Sob o comando do Capt. W. Baillie a aeronave voou de Londres (Inglaterra) para Oslo (Noruega), retornando para Londres em 17/05/1953 sob o comando do Capt.A.S.Johnson.
Pouco mais de um ano após entrar em serviço, a aeronave foi danificada em 13/12/1954 quando ultrapassou a pista de pouso em uma decolagem abortada, no aeroporto de Blackbushe, tendo o trem de pouso recolhido. Após reparo voltou ao serviço no outono de 1956, tendo o seu certificado de aeronavegabilidade renovado em 15/05/1956.
Outras marcas históricas na vida do G-AMOB foram as inaugurações das operações da BEA nas rotas de Londres (Inglaterra) para Valencia (Espanha) e Varsóvia (Polônia).
Em 1959 o G-AMOB foi convertido para a versão de alta densidade com 60/63 assentos, tornando-se um Viscount V.701A. Ainda recebeu uma escada integrada na porta dianteira além de janelas adicionais no lado direito.
Em 30/08/1962 a aeronave foi comprada pela VASP, deixando os hangares da BEA, nas cores completas da companhia brasileira em 10 de outubro daquele ano. Somente em 26/02/1963 foi iniciado o voo de translado dos dois Viscount adquiridos pela VASP, o PP-SRI e seu irmão PP-SRJ. Operando o voo “VP701”, o PP-SRI, voou da Inglaterra para o Brasil na rota Londres – Glasgow (Escócia) – Islândia – Montreal (Canadá) – Washington (USA) e Miami (USA).
Infelizmente cinco anos após chegar ao Brasil, o PP-SRI foi danificado em Congonhas/SP em 31.03.1967. Somente em 08/04/1970 foi retirado oficialmente de serviço com 22.571 horas de voo.
Em 1975 foi doado nas cores da Vasp para o Aeroclube do Brasil, em Jacarepaguá/RJ, e finalmente foi desmontando naquele local quatro anos após, em junho de 1979.
* Clique nas imagens para ampliá-las.

AeroEntusiasta AeroEntusiasta

AeroEntusiasta AeroEntusiasta

Vito Cedrini # Maio/2011

Esse post foi publicado em Historias da Aviação, VASP. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s