Mas Bah, Tchê !!

972040_563262573715494_1385636122_nConviver com  Tripulantes da Vasp oriundos de todas as regiões  do Pais e viajando pelo Brasil, era ter uma aula diária das diferentes culturas e ate o linguajar próprio.Com Índios Velhos da Fronteira pertencentes ao CTG , Comissária pedindo Batida (Vitamina de frutas) no Bar Aeroporto na Vieira de Morais,Co-piloto insistindo numa paquera com a Guria repetindo “E Bem Capaz”,tínhamos que aprender,carioquês,nordestinês e tambem gauchês.

Para entender o que os gaúchos falam:DANIEL FAVERO
Para os viventes da querência rio-grandense, a trova realizada nos galpões dos mais longínquos rincões, tem espraiado, despacito, nacos da história gaudéria. Esta frase pode parecer incompreensível, mas foi escrita com palavras comuns para os gaúchos de diferentes partes do Estado, onde a força da cultura local cria quase que um dialeto composto por neologismos do campo e palavras oriundas do espanhol.

“O uso de muitos termos que não são do conhecimento geral, e que não constam nos dicionários de língua portuguesa, têm significado para o rio-grandense, mas não quer dizer que todo o rio-grandense entenda… ao longo do tempo se formou uma espécie de dialeto gauchesco”, explica o presidente da Confederação Brasileira de Tradição Gaúcha, Manoelito Savaris.

Nas cidades maiores é bem comum ouvir “frio de renguear cusco”, “abagualado”, e outras palavras e expressões que brincam um pouco com o tradicionalismo local, cujo ápice é o 20 de setembro, quando se comemora a revolta gaúcha contra o Brasil. A gramática também é própria. É comum o uso do reflexivo como “tu estás me mentindo”, e a supressão do plural “são 500 pila”, além do já citado uso de palavras oriundas do espanhol. Com as fortes imigrações alemãs e italianas, no século 19, outras palavras foram adicionadas ao complexo dicionário gauchesco. Com o passar dos anos, as expressões receberam variações que acabaram adaptadas conforme as regiões do Estado. Um morador da capital pode não entender parte do que alguém nascido na fronteira fala e vice-versa.

Para entender os termos usados nesse texto e muitos outros, dê uma conferida no dicionário de “gauchês” que o Terra elaborou:

01camiladominguesdivAbostado –  abobado, burro
Abagualado – o  cara
Ala-putcha-tchê – interjeição de surpresa.
Arrecém – há  pouco
Arreganho –  brincadeira
Atucanado –  preocupado
Arriado , se  arriar – debochado, fazer deboche
Arrancar-se – sair logo, rapidamente. Ex:  “te arranca daqui”

Bagual –  homem, o cara
Barbaridade –  pode ser tanto um adjetivo, quanto uma  interjeição de espanto
Bah (e variações  bãn, bei, bãi, boh…) – Interjeição que vale para quase tudo, dependendo  da entonação, pode ser usado como surpresa, rejeição, aprovação, admiração.
Balaca, balaqueiro – enfeite, enfeitado
Baixado –  doente, derrubado, acamado
Bergamota,  vergamota ou berga – tangerina, mexerica
Bucha –  difícil
Bombear – Observar

Capaz –  imagina
Cacetinho –  Pão francês
Caiu os butiá do  bolso – expressão de surpresa
Cagaço – susto,  medo
Chinelear –  humilhar
Campeando –  andando
Chinaredo –  casa de prostituição
Churras, Refri,  Super, Profe –  diminutivos muito  comuns, que se referem a churrasco, refrigerante, supermercado e professora
Cusco –  Cachorro

Deitar o cabelo – partir para cima
Despacito –  devagar
Dar uma banda – dar uma volta
Em cima do laço – Com pressa, apressado, com pouco tempo Ex: Estou em cima do laço pra chegar  na reunião.
Entrevero –  briga generalizada. Também é um sanduíche
Espraiar – se  jogar, espalharar  um laço
–  enrolar, bater em alguém

Faixa –  estrada, asfalto
Ficar de cara – Aborrecido
Farroupilha –  misto com pão francês
Fresquear –  ficar de frescura
Frio de renguear  cusco  – muito frio
Fatiota – bem  vestido, paletó, terno

Guampa –  chifre, corno
Guri/Guria – menino/menina
Guaipeca –  Cachorro
Gauderiar –  adotar o estilo gaudério ou gaúcho. Ex. tomar chimarrão, vestir a pilcha  (roupa  típica)
Guasca –  Esperto
Grossura –  Grosseria
Guaiaca –  Cinto com bolsos feito de couro usado na indumentária gaúcha
Guaíba – Lago  que é chamado de rio
Gringo – Como  são chamados os descendentes de italianos
Guapo – Forte,  bonito

Indiada – de  programa de índio, má ideia

Lomba –  Ladeira
Lábia – Bom de  papo

Mate –  Chimarrão (espécie de chá feito com erva mate e consumido tanto durante o  inverno, quanto sob sol escaldante no verão)
Magrão – rapaz
Merca –  meninas, oriundo de dialeto de Livramento, na fronteira
Mongol, Mongolão – abobado, burro
Mosquear, moscão – distrair, distraído
Mui, Bueno, buenas –  expressões incorporadas do espanhol
Minuano –  Vento comum nos meses de inverno

Naco – pedaço
Negrinho –  brigadeiro
Negacear –  Espreitar
Nó nas tripas – cólicas estomacais

Ôigale –  expressão de espanto, alegria

Pago – lugar
Paleta –  Costela
Pandorga –  pipa, confusão
Pilcha –  indumentária típica completa do gaúcho
Piá – menino
Pechada –  batida, acidente
Pila – moeda  virtual local
Prenda, China,  chinoca – mulher (o uso das expressões varia de acordo com a região)
Porca miséria,  porcotion, “ma dio” – Interjeições muito usadas na região da serra e  oriundas do italiano
Patrão –  Chefe, está podendo. Ex. ‘hoje estou patrão’ Pelea/Peleia – Briga, disputa

Quebra-mola –  lombada
Querência –  Terra natal

Relho –  Chicote
Rincão –  Cantos

Se arriar –  tirar sarro, fazer graça
Sinaleira –  farol, sinal, semáforo
Surra de relho – apanhar

Taipa – burro,  incapaz
Talagaço – De  uma vez só. Ex: ‘tomou num só talagaço’
Torrada –  misto quente
Tri – prefixo  que pode ser usado para quase tudo e tem o mesmo significado de muito
Trampa/Tramposo
– Armadilha, traiçoeiro  Trova/trovador – Mentira, história aumentada, mentiroso

Vazio – Peça  de carne conhecida como Fraldinha em outras regiões
Vareio –  surra, vencer com vantagem
Vivente –  Pessoa
Vianda –  Marmita

Xis –  Sanduiche, uma variação mais reforçada do hambúrguer.

Esse post foi publicado em Historias da Aviação, VASP. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Mas Bah, Tchê !!

  1. Sidnei disse:

    Desconfio que o “bui” (com u prolongado) seja uma variação do bah.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s