Minha Casa,Minha Vida Pode Ser num Boeing

The-Boeing-727-HouseQuando JoAnn Ussery perdeu sua casa numa tempestade em 1994, ela decidiu reconstruí-la de uma forma não convencional: comprou um avião da Continental Airlines por US$ 2.000 (cerca de R$ 4 mil), realocou em seu terreno à beira de um rio, e redecorou o seu interior.

O primeiro Boeing 727-224 da Continental Airlines, número de série 19510, fez seu vôo inaugural em 11 de maio de 1968. Foi registrado como N88701 e entregue à companhia aérea em 21 de maio de 1968.

A companhia aérea operou-a até 20 de setembro de 1993, quando foi armazenada em Sherman,no Texas, antes de ser levada para o Grupo Memphis em Greenwood, Miss., Para ser sucateada em maio de 1994. Mais tarde nesse  mesmo ano, Joanne Ussery,  cabeleireira de Benoit, Miss., Encontrou a aeronave quando estava à procura de uma nova casa.

Ela procurava uma nova casa móvel, até que Bob Farrow, seu cunhado, um controlador de tráfego aéreo no Aeroporto de Greenwood, sugeriu que ela procurasse conseguir um jato aposentado. Ela não morava muito longe do aeroporto em Greenwood, onde as companhias de salvamento de aeronaves regularmente traziam aviões. Ussery visitou o Grupo de Memphis, onde o gerente da instalação de Greenwood, a levou em uma excursão pelo aeroporto. Ao ver o desmantelado Continental Airlines 727, ela disse: “Eu quero! Quanto?”

Demorou algum tempo para obter o avião liberado. Quando estava disponível, ela pagou US  2.000 para ele e contratou a Bo Branch House Moving Company para transportar seu novo avião de 127 pés de comprimento, por 69 milhas para seu terreno à beira do lago em Benoit. O translado foi em dezembro de 1994, com um custo de U$ 4.000 e levou dois dias para ser concluído. Quatro meses e U$ 24.000 foram gastos transformando o 727 em sua casa.
5.

Isso sera possivel agora com a venda dos Boeings 737-200 da Vasp,que depois de anos abandonados nos aeroportos,valem menos que uma casinha popular da COHAB.

edital do leilão a ser realizado na forma sugerida, com lances eletrônicos através do site www.freitasleiloesonline.com.br, a partir do dia 03 de Junho de 2013, às 14:00, os quais concorrerão em igualdade de condições com lances recebidos no pregão físico de fechamento, a realizar-se no dia 13 de Junho de 2013, às 14:00, na Casa de Portugal, sito à Avenida da Liberdade, 602 – 3º andar, Liberdade, Capital/SP

560571_323767784345164_1616656388_nA alienação desses ativos não prejudica os interesses da VASP, mas ao contrário, trata-se de medida de otimização de seus recursos, já que as sucatas deixadas ao tempo perdem valor progressivamente, ao passo que os valores eventualmente auferidos com a venda das sucatas ficariam em aplicações financeiras protegidas contra a corrosão da moeda. É de se anotar, ainda, que todas essas aeronaves (salvo a PP-SFG) já foram declaradas pela ANAC como não aeronavegáveis, sendo, pois, consideradas mesmo como sucatas. Nesses termos, determino o prosseguimento urgente dos atos de alienação das sucatas de aeronaves da VASP, mediante as seguintes providências: 1 – As aeronaves PP-SMQ, PP-SMN, PP-SFQ, PP-SNL, que se encontram em Congonhas, já foram desmontadas e estão prontas para leilão. Assim, determino ao Administrador Judicial que apresente, COM URGÊNCIA, data para realização de leilão, com minuta de edital. 2 – Determino a avaliação das aeronaves que estão em Guarulhos (PP-SMZ, PP-SMW, PP-SMN, PP-SMC), Campinas (PP-SMR), Rio de Janeiro (PP-SMT), Confins (PP- SMA), Brasília (PP-SMH, PP-SNA, PP-SPH), Salvador (PP-SMP, PP-SNB, PP-SPF), Recife (PP-SPI, PP-SFC) e Manaus (PP- SPG, PP-SMB), intimando-se o administrador judicial para providenciar laudos de avaliação no prazo de 10 dias.

Intime- se a ANAC para juntar aos autos, em 10 dias, o laudo de aeronavegabilidade da aeronave PP-SFG que se encontra no aeroporto de São Luis/MA. – Observo que a aeronave PP-SMA, que se encontra em Cofins, não deverá ser desmontada, já que tem valor histórico e, portanto, deverá ser alienada inteira para preservação da memória da aviação brasileira.

A  infraestrutura aeroportuária do Brasil necessita urgentemente de ampliação, seja em razão do crescimento da economia brasileira, seja em função dos importantes eventos mundiais que o Brasil vai sediar já a partir de 2013 (Copa das Confederações), 2014 (Copa do Mundo da Fifa) e 2016 (Jogos Olímpicos)

Anúncios
Esse post foi publicado em Historias da Aviação, VASP. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s