A História da maquiagem dentaria ou Ohaguro

De acordo com pesquisas arqueológicas feitas em antigos túmulos em varios  lugares no Japão, o costume de Ohaguro ou escurecimento dos dentes já existia desde os tempos pré-históricos. Foram ate incluídos no famoso romance- contos de Genji ou Genji Monogatari e Chuunagon Tsutsumi Monogatari , que foram escritas no período Heian e em gravuras de ukiyo-e, arte de xilogravura do período Edo.

O termo Ohaguro em si é uma palavra usada pelos aristocratas japoneses. No Japão, foi usado até o final do periodo Meiji como simbolo de status e classe social .Em 5 de fevereiro de 1870, o governo proibiu a prática , e o processo de escurecer gradualmente se tornou obsoleto.Com muita sorte,talvez ainda consiga ver alguma idosa gueixa de Kyoto com essa coloracao.Como Agosto e  O-Bon,e tambem a epoca de historias de terror.

Ohaguro esta intimamente relacionado com fantasmas japonêses ( youkai ) nas histórias e lendas urbanas. Uma história famosa e Ohaguro Bettari . Uma senhora japonesa em quimono nupcial com dentes escurecidos , mas ela também aparece sem outras características faciais , ou seja, sem nariz ou olhos, so um rosto branco  com os dentes pretos . Também dizem que Ohaguro bettari assombra terrenos dos templos e santuários.

Além de preto ser considerado  bonito aqui,  suposições incluem outras teorias, que seria manter a saude dental  e a proteção para os dentes nao ficarem feios. Além disso, uma mulher que tinha os dentes negros era obviamente, uma mulher casada.

Esse post foi publicado em Impressoes do Japão. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s