Dan Cooper e o inicio do transtorno nos aeroportos


O número de série e a data 21 de fevereiro de 1946 estampados no paraquedas .

Tentando resolver um misterio que dura mais de 40 anos, o FBI esta analisando restos de um paraquedas descoberto no Sul do Estado de Washington, para tentar descobrir se é o mesmo usado pelo sequestrador D.B. Cooper.

Em novembro de 1971, um homem que dizia se chamar Dan Cooper, sequestrou um 727 da Northwest Orient, que tinha decolado de Portland com destino a Oregon.

Dizendo que tinha uma bomba, o sequestrador obrigou a tripulação a pousar no aeroporto de Seattle-Tacoma, onde negociou a liberação dos passageiros, por US$ 200.000 e uma autorização para decolar rumo ao México.

Pouco depois da decolagem, Cooper abriu a porta do avião e pulou, usando um paraquedas do tipo Navy Backpack 6, com canopy de 26′.

Até agora as autoridades acreditavam que Cooper não teria sobrevivido, porque pulou sobre terreno muito difícil, a noite e no meio de uma tempestade de neve.

Em 1980, uma familia encontrou uma sacola com US$ 5,000 no Rio Columbia, perto de Vancouver. As marcas das notas indicaram que era parte do dinheiro roubado, mas as autoridades disseram que Cooper teria caido perto do rio e que a correnteza teria levado a sacola rio abaixo.As notas tinham sido microfilmadas antes da entrega. Os números seriais combinaram com àqueles do dinheiro de resgate

No entanto, a nova descoberta complica a teoria oficial. Se o paraquedas achado por duas crianças for realmente o de Cooper é impossível que a correnteza do rio tenha levado a sacola, porque o lugar do pouso (Amboy), fica muito longe.

Cooper escapou do avião pulando pela parte de trás,com 2 para-quedas,um deles com o dinheiro.dos 4 que tinham sido pedidos,um deles seria o mais apropriado e denotando nao conhece-los,nao o  utilizou .

Um jato da forca aerea o seguia,mas com a visibilidade prejudicada por uma tempestade nao o localizou. Fez com que as autoridades da aviação incluíssem medidas rigorosas à respeito do design dos aviões para prevenir que isso acontecesse novamente.

A vasp desativou a porta traseira embaixo da turbina central dos 727-200  Super Advanced,impedindo sua abertura por dentro.Além disso, este evento fez com que os aeroportos instalassem detectores de metal pela primeira vez.

 

Esse post foi publicado em Historias da Aviação, VASP. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s