Cartas de Fukushima

O governo não informa a real situação das usinas,so acompanhando o noticiario internacional da para ter uma noção do que ocorre.

os militares americanos estacionado aqui,estão proibido de circular a menos de 50 miles(80kms) dos reatores,o que da mais do dobro da distancia do que esta sendo recomendada.

Chocante ver os abrigos ,faltando tudo,sem aquecimento,pessoas sobrevivendo com 2 bolinhos de arroz para homem e 1 para mulher.Agora neva em algumas regiões.o milagre de encontrar um idoso apos 92 hs do Tsunami e um bebe apos 3 dias,com a hipotermia não sera  mais possivel.

Dia 14 de março,uma nuvem branca sai do Reator 4 e os  trabalhadores que ainda sobram são retirados.Um dia vão ser lembrados,por ficarem- revezamento de 180 funcionarios que nessa altura dos acontecimentos são voluntarios em lugares onde so podem ficar 15 minutos e trabalham em turnos de 50 homens.

Reatores 5 e 6 estão sendo resfriados.

Encontrado um velhinho boiando na Costa ,que ficou 2 dias no mar nos destroços da casa,segurava a ultima lata de refrigerante e o vi tomando,quando a equipe de resgate se aproximava dele.

Dia 15-o Imperador aparece em rede pedindo calma a população,que pela caracteristica do japones(Shoganai e Shikata Ga Nai)não ha o que fazer e se conforma,não ha tumultos,saques e nem panico,fazendo fila para tudo.

O racionamento -somente 10 litros de gasolina na região,prometem levar navios tanque de combustivel a portos da região.

Fui no supermercado,não ha mais agua e pouco arroz,mais tarde o Governo prometeu liberar os estoques governamentais.O uso do Just-In-Time em todas as empresas,com estoque zero vai provocar muitos problemas com o reabastecimento de tudo aqui.

Trabalhadores retornaram a usina,mas ela deve estar muito Radioativa ainda.Helicopteros Chinohook chegaram a recolher agua do mar ,mas não foram autorizados a sobrevoar e jogar nas usinas.

Dia 16-A Agencia Internacional de Energia Nuclear recomenda 80 kms de exclusão,atualmente e de 30 kms com 12 cidades ao redor-na area com 20 kms havia 140.000 pessoas-Tokio esta a 240 kms com 13 milhões de habitantes.

Dia 17-helicopteros começam a jogar agua,o mar deve estar contaminado na região,com o constante bombeamento de agua que estava sendo usado.

Os paises que recebem pescado do Japão,estão fazendo exames para constatar o nivel de radioatividade.Jogaram agua somente 4 vezes,7.5 ton de cada vez e pararam.Estavam previstas 400 toneladas de agua,deve estar aumentando o Nivel de Radioatividade.

2 horas depois acompanhei a decolagem de um avião não-tripulado americano do tipo usado no Afeganistão.O noticiario no exterior realmente deve ter mais dados.

Caminhões carregados com Acido borico,vão iniciar uma tentativa de resfriamento,a agua nem alcança o predio.

A cerimonia dos bombeiros de tokio que vieram para essa operação,me impressionou com o desfile da tropa e o comandante cumprimentando um a um os integrantes.Me lembrou o cerimonial Kamikaze.

A radiação e lenta,inodora,silenciosa,tudo o que os idosos não queriam ver mais na vida (Hiroxima e Nagasaki).

Existem herois e covardes-uma equipe de resgate,encontrou ontem 128 idosos abandonados pela equipe em um asilo,ha mais de 4 dias sem alimentação e remedios.

Brasileiros inocentes-fizeram uma manifestação no Consulado,pedindo repatriação,coisa que o governo não fez na epoca do Lehman Brothers e ainda criticou a ajuda de 3.000 dolares dada.

A ajuda brasileira noHaiti e não aqui tambem nao entendi,pelo grande numero de brasileiros envolvidos.Nem o pessoal pedindo os vetustos c-130 hercules da FAB que tem mais de 40 anos…não contem com a ajuda governamental.

Dia18-Nas areas onde ha o racionamento de energia,tem horarios para o apagão,onde vivem 30 milhões de pessoas.Ontem em Tokyo,firmas liberaram funcionarios,provocando o maior caos no transporte que ja vi.Definitivamente Tokyo e um lugar para não se viver.

Dia 19-Milagre da sobrevivencia-uma sra de 80 anos com o pe preso em uma geladeira,um garoto de 16 e outro de 20 anos,foram encontrados.

O homem está exposto continuamente à radiação de fontes naturais por causa de gases radioativos presentes na atmosfera, como o radônio. Por ano, a dose média de radiação natural é de 2,4 mSv (milésimos de Sievert, unidade que mede os efeitos biológicos da radiação). No entorno da usina japonesa de Fukushima 1, a mais atingida pelo terremoto, o governo informou que o nível de radiação alcançou 0,6 mSv por hora. Ou seja, apenas quatro horas de vazamento equivalem à radiação toda a que uma pessoa está exposta ao longo do ano.

O que é o Sievert?

(símbolo: Sv)

Sievert (Sv) é uma unidade para medir os efeitos biológicos da radiação – os efeitos físicos são mensurados por outra unidade, chamada gray (Gy). A dose de radiação no tecido humano, em Sv, é encontrada pela multiplicação da dose medida em gray por outros fatores que dependem do tipo de radiação, parte do corpo atingida, tempo, intensidade de exposição e outros fatores. O nome da unidade é uma homenagem ao médico sueco Rolf Maximilian Sievert, pioneiro na medição das doses de radiação para o tratamento do câncer

Além da radiação natural, uma pessoa pode se submeter a doses mais altas em situações bastante corriqueiras, como um exame de raio-X ou uma viagem de avião. Ainda assim, as doses são bem inferiores às do vazamento no Japão. Para efeito de comparação, a taxa de radiação em Fukushima equivale a submeter-se a seis radiografias do tórax por hora, o que, ao final de um ano, representaria quase 2 mil vezes a dose natural e mais de 260 vezes a dose máxima estipulada para quem trabalha em usina nuclear.

Quanto maior a exposição à radiação, maior a chance de uma pessoa desenvolver câncer e outras doenças como anemia, pneumonia e até a falência do sistema imunológico. A radiação pode alterar o material genético das células, provocando seu crescimento desordenado. Para minimizar os efeitos do vazamento, foi estabelecido um raio de segurança de 30 quilômetros em torno da usina de Fukushima. O governo também está distribuindo pastilhas de iodo não-radioativo como medida de prevenção. A medida impede que o iodo radioativo entre em contato com a tireoide, o que pode causar câncer.

são mensurados por outra unidade, chamada gray (Gy). A dose de radiação no tecido humano, em Sv, é encontrada pela multiplicação da dose medida em gray por outros fatores que dependem do tipo de radiação, parte do corpo atingida, tempo, intensidade de exposição e outros fatores. O nome da unidade é uma homenagem ao médico sueco Rolf Maximilian Sievert, pioneiro na medição das doses de radiação para o tratamento do câncer

Além da radiação natural, uma pessoa pode se submeter a doses mais altas em situações bastante corriqueiras, como um exame de raio-X ou uma viagem de avião. Ainda assim, as doses são bem inferiores às do vazamento no Japão. Para efeito de comparação, a taxa de radiação em Fukushima equivale a submeter-se a seis radiografias do tórax por hora, o que, ao final de um ano, representaria quase 2 mil vezes a dose natural e mais de 260 vezes a dose máxima estipulada para quem trabalha em usina nuclear.

Quanto maior a exposição à radiação, maior a chance de uma pessoa desenvolver câncer e outras doenças como anemia, pneumonia e até a falência do sistema imunológico. A radiação pode alterar o material genético das células, provocando seu crescimento desordenado. Para minimizar os efeitos do vazamento, foi estabelecido um raio de segurança de 30 quilômetros em torno da usina de Fukushima. O governo também está distribuindo pastilhas de iodo não-radioativo como medida de prevenção. A medida impede que o iodo radioativo entre em contato com a tireoide, o que pode causar câncer.

Esse post foi publicado em Impressoes do Japão. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s