O Parafuso Salva-Vidas

Este Airbus-380 pousou em emergencia depois que um simples e pequeno rolamento travou por superaquecimento numa area não prevista e estilhaçou,causando dezenas de alarmes na cabine,com vazamento hidraulico,perda de combustivel,falhas eletricas,etc .

Um dos problemas mais serio foi a impossibilidade de cortar o funcionamento de uma turbina no solo.

Os pilones que sustentam a estrutura das turbinas são presas por meio de parafusos,que no caso do Boeing 737 -200 ,são  3 parafusos.

A Transbrasil teve 2 casos com seus 707 comprados como sucata,ate serem interditados-(uma turbina caiu num canavial no Nordeste,outra na pista de taxi em Fortaleza,depois que foram convertidos para a versao de passageiros,após a trégua da guerra Irã/Iraque).Eram usados para levar armamento-Engesa,Avibras ,etc

Os parafusos cizalham e quebram para liberar a turbina,evitando que asa se desprenda em caso de vibraçao por danos internos e nao consiga ser desligada como no caso desse A-380 da Quantas.

– Embaixo ,um Jumbo 747 que voltou algumas toneladas mais leve…

Esse post foi publicado em Historias da Aviação, VASP. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s