A mensagem de Chunosuke Matsuyama e da Voyager.

 Em 1784, numa tempestade o navio com 44 tripulantes colidiu com um banco de recifes em algum lugar do Pacifico,ate hoje desconhecido.

Sem agua e sobrevivendo com pequenos caranguejos e alguns cocos,o capitão Matsuyama escreveu com uma faca em alguns pedacos de tronco de coqueiro sua despedida e a encerrou numa garrafa de vidro.japan

Depois de mais de 150 anos,ela por um capricho da natureza inexplicavel,foi encontrada por um colecionador de conchas,proximo a Hirature Mura onde ele viveu e ficamos sabendo sua historia.

Acho interessante as Time Capsules  que alguns alunos de escolas  costumeiramente utilizam no final dos cursos para guardar fotos e recados para um futuro encontro de colegas,encontradas  no Tokyu Hands  -uma rede de lojas com 40.000 itens rotativos onde ja vi  de instrumentos de Mig russo ate fosseis . (Se achar algo interessante ,melhor comprar que provavelmente logo saira do mostruario,uma excelente tecnica de vendas por impulso da Rede).

voyagerOutras mensagens estão   perdidas na Pioneer e na Voyager 1 e2 .A sonda Voyager 1 foi lançada em 5 de setembro de 1977 para estudar o Sistema Solar exterior, isto é, a região do nosso sistema onde estão os planetas gigantes, junto com a sonda gêmea Voyager 2. Curiosamente, a Voyager 1 foi lançada depois da Voyager 2, mas, movendo-se mais rápido, ela a ultrapassou e se tornou o objeto manufaturado que viajou a maior distância na história e recentemente, após 36 anos de viagem conseguiu sair do Sistema Solar .Ela contem um disco de ouro, para evitar a degradação, com imagens e sons da Terra. A “capa” desses discos contêm informações de nossa localização no espaço, a partir da triangulação de vários pulsares da nossa galáxia. Dentro, o disco tem saudações de diferentes povos da Terra, sons tão variados que vão desde Chuck Berry, até o canto de baleias, passando por trovões e ondas do mar. Imagens mostram diferentes lugares da Terra, a diversidade de povos, fauna, flora e acidentes geológicos.As placas de ouro e cobre foram banhadas com Uranio-238 ,ate que alguma civilização  mais avancada as encontre algum dia no espaço. A sonda está atualmente a 19 bilhões de km do Sol e ainda assim os técnicos da NASA recebem dados dela todos os dias, transmitidos a uma velocidade de 163 bps e com uma potência de 23 W, ou o equivalente a luz produzida por uma lâmpada de uma geladeira. São necessárias 17 horas para que esses dados cheguem à Terra.

Boa viagem!

Esse post foi publicado em Impressoes do Japão e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s