Falha Nossa

        Um Airbus Charter da Vasp no período de ferias para a Disneyland lotado so de criancas teve cenas de filme porno que criaram o maior problema.apos o termino de um desenho infantil,como ainda estavam recolhendo o servico de bordo,os comissarios nao interromperam o video.So que a Globo Video nao tinha desmagnetizado a fita Vhs e havia outro filme que continuou na projecao.Imagina a situacao embaracosa que ficou…


Outra foi quando na apresentacao de um voo para Corumba,fui informado que seguiria junto uma equipe de mecanicos para transferir combustivel de uma aeronave que tinha apresentado vazamento e precisaria de reparos no local.apos desembarcar os passageiros que aguardariam no Terminal,foi conectada uma mangueira de alta pressao para a transferencia e ai aconteceu uma cena de comedia.Querosene jorrando de varios furos e todo mundo provavelmente rindo.Os bombeiros fizeram a lavagem do patio e os mecanicos colocaram adesivos metalicos provisorios na mangueira para esvaziar o tanque e podermos prosseguir o voo para Cuiaba.


Mais um um passageiro relatando… A cena: aeroporto de Guarulhos, São Paulo; vôo da Vasp indo para Porto Alegre, na época em que a Vasp ainda voava. O embarque aconteceu normalmente, todo mundo entrou, as portas foram fechadas e o avião começou a andar. Só que, ao invés de se dirigir para a pista, ele estacionou em frente a um hangar de manutenção. O piloto, então, avisou que o avião estava com um problema no trem de pouso; seria feita um rápido conserto e seguiríamos viagem em uns 15 minutos.
Logo em seguida começamos a ouvir barulhos vindos de baixo do avião, e um lado começou a se erguer lentamente. Passaram-se vários minutos com o avião inclinado para a direita (e os sons continuavam), depois ele voltou à horizontal e seguimos viagem. A decolagem foi ok, o vôo também; nada digno de nota.
No pouso, entretanto… o tempo em Porto Alegre não estava muito bom, e imagino que estivesse ventando bastante. O resultado foi que o pouso foi muito brusco, provavelmente o pior em que já estive: o avião bateu com muita força no chão. Depois do barulhão e enquanto todo mundo ainda se recuperava do impacto, ouviu-se uma voz vinda lá do fundo do avião gritando: “por isso que estraga o trem de pouso!”.


Lendo isso me lembrei do meu primeiro pouso em Cuiaba de madrugada….nao foi la grande coisa,meu instrutor quase me deixa na porta da cabine,para todo mundo saber quem foi……e ai vai um agradecimento ao Comandante Hertel que depois disso nao fez o revezamento normal ,so efetuando 3 pousos durante toda minha instrucao,um deles quando um Varig arremeteu na minha frente em congonhas numa tempestade severa com Wind Shear e ele perguntou para mim tranquilamente-Hideo,quer que eu pouse…e eu respondi rapidinho,corrigindo com 30 graus para manter o Localizador..por favor,Comandante ….

Esse post foi publicado em Historias da Aviação, VASP e marcado . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s