O Brasil que o brasileiro não conhece,nem tem vontade.

alter_chao1(praias de Santarem)o Brasil que o brasileiro não conhece,nem tem vontade de conhecer…
Uma surpresa em Barra do Garças foi procurar um jornal de São Paulo e o jornaleiro perguntar de que dia…,ainda bem que nao pedi um estadão atrasado,ele ia trazer um mapa de Minas…(brincadeira ..).
Em Xambioa onde ocorreu a Guerilha do Araguaia,tem umas corrutelas ao redor ,como Troca Tapa,Pe do Morro,uma que trocava o nome quando mudava o Presidente do Brasil.

Em Goias tem uma chamada São Jose do Bangue-Bangue.Perto de Caiaponia tem uma cidadezinha chamada Piranhas,deve ser muito chato para as mulheres do local.
Viajei a uma fazenda no Xingu entre o Rio das Mortes e o 7 de Setembro,levando um administrador da fazenda e como disse a ele que chegariamos no final da tarde e as condições de visibilidade devido as queimadas da epoca não eram favoraveis,ele me garantiu que conhecia a região,(ainda não havia GPS para aeronaves civis).

O  que não era verdade,por sorte ,escurecendo achei uma pista de fazenda e me informaram que estava a 5 minutos da sede . Ja tinha passado um susto antes com ele acendendo um cachimbo no banco traseiro,sem me avisar e eu fiquei procurando onde estava ocorrendo o curto-circuito por causa do cheiro de queimado.
Em Araguaina andava-se de carro com farol aceso de dia devido a poeira.Uma Churrascaria improvisou um gotejador ao redor dela ,ligado a caixa d agua para fazer uma cortina durante o almoço.
Essa epoca de progresso no interior do pais  salvou o colega Caubi que teve uma mangueira de oleo solta que espirrou no parabrisa do seu Cessna-210 e provocou um incendio no motor ,como tudo estava em obras devido a expectativa de ser escolhida como capital  do estado,pousou sem baixar o trem de pouso e conseguiu sair antes da explosão na pista.

Esse post foi publicado em Historias da Aviação, minhas memorias. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para O Brasil que o brasileiro não conhece,nem tem vontade.

  1. Cláudia disse:

    Uma história de vida , (suas memórias)!
    Não tive somente oportunidade de conhecer, como eu morei em dois estados (GO- Minaçu) e (SC-Monte Carlo) que também jornal de São Paulo ou qualquer parte do país – 3 a 5 dias de atraso, alguns medicamentos com prazo curto de validade,você não encontrava em farmácias somente via aéro (encomenda), era muito desconcertante e difícil , depois de algum tempo acaba se acostumando com “O Brasil que o brasileiro não conhece”. Gostei muito do seu relato eexperiência.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s