Estoria Que Não Foi Escrita,Nem Divulgada

321Anoitece na Amazonia….De repente um pequeno avião que decolara do garimpo pede socorro pelo radio.

Um aviao da Vasp que fazia a rota Manaus-Santarem atende o pedido e informa aos passageiros que vai baixar e reduzir a velocidade.

Acenderam as luzes de pouso que so são acesas no maximo 5 minutos no solo para check e a 150 mts do chão na final para  o pouso para evitar superaquecimento e queimar as lampadas e em ceu claro são vistos a grande distancia.

Voaram em circulos ate serem avistados e ai informaram a proa que devia ser tomada para Santarem.um pouco antes de decolarem para Belem ,pousa o aviao que ia se acidentar na mata e o piloto correu e agradeceu quase chorando.alguns milhares de litros de querosene e um atraso no voo.Motivo para demissão,mas quem nao faria isso.

Diferente do meu amigo Duarte decolou do Posto Leonardo Villas Boas no Xingu com um Cessninha na pista iluminada com tochas,levando um medico que entrou no rio para tomar banho, sem arrastar os pes e desmaiou com uma ferroada de arraia.

Mesmo sendo missão de misericordia,teve muitos problemas com o DAC.

Quem escreve as regras esquece que as vezes elas são crueis . Como no triste dia em que  estavamos prestes a decolar de Rio Branco,apareceu uma criança acidentada para atendimento em Brasilia,mas como estava inconsciente e sem o necessario aparato medico para translado não pudemos transporta-la devido aos problemas legais em caso de falecimento a bordo.

Esse post foi publicado em Historias da Aviação, VASP e marcado . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s