Sequestro em Salvador

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                             Terca-feira de carnaval decolamos de Salvador,apos uns 15 minutos ,ja na Altitude de Cruzeiro, o indicador de nivel de oleo da turbina esquerda comecou a baixar .

Preparamos a leitura do Check-list de Emergencia e apos acender a luz de baixa pressao ,cortamos a turbina e solicitamos o retorno para Salvador.

Pedimos prioridade para pouso , e o de sempre…ambulancias e Corpo de bombeiros acompanhando o pouso,fazendo o maior escandalo,com luzes e sirenes.

Apos verificar que a causa foi a inspecao de nivel de oleo sem travar corretamente a vareta,vazando por ali,informamos aos passageiros que estavamos so aguardando terminar um novo reabastecimento de querosene e oleo da turbina.

Nisso um dos passageiros que provavelmente queria mais um pernoite no carnaval baiano comecou a agitar ,dizendo que o aviao era o Bateau Mouche e conseguiu descer com mais 5 pax.Como tinhamos horario limite para chegar em Congonhas,que na epoca,proibiram de funcionar de madrugada e havia mais de 2 ton. de bagagens no porao de carga  e nao iriamos liberar a descarga pelo tempo necessario,ele sentou no trator de Push-Back no lugar do mecanico.Falei com a Torre de Controle e anda perguntei se precisava colocar o codigo de sequestro, o alarme ia acionar ate o Cindacta de Brasilia.

Em 5 minutos,apareceu um pelotao num caminhao da Base Aerea ,armados de metralhadoras e o Oficial de dia.Apos a liberacao,solicitamos a Gerencia daVasp nao permitir a acomodacao em hotel e as providencias de quem desembarca espontaneamente e ameacou a seguranca de Voo.Todo carnaval tinha incidente assim..

Uma outra vez em Confins apos 13 hs de servico,interrompemos o voo por regulamentacao,num dia de mau tempo na rota inteira e novamente mais confusao.Passageiro jogando comida da galley ,deitando no piso e dizendo que tinha ingresso do Municipal no Gala Gay. So chamando a Policia Federal nesses casos..o pax de carnaval deve ser um sujeito diferente…

Esse post foi publicado em Historias da Aviação, VASP e marcado . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s